- Ache os Cursos e as Faculdades certas para você! Clique aqui!

- Bolsas de Estudo - são mais de 1.200 faculdades oferecendo descontos de até 75%! Saiba mais!

Versão para impressão     Enviar para um amigo    

Home : notícias

UFPR muda locais de prova e antecipa para sábado (26/11) segundo dia da 2ª fase do Vestibular 2016-2017

Fonte: Imprensa UFPR

21/11/2016


O Núcleo de Concursos da UFPR antecipou o segundo dia da 2ª fase do Vestibular 2016-2017, com mudanças nos locais de prova e horário especial para os 169 candidatos sabatistas. As Provas Específicas e de Habilidades Específicas, com exceção do Curso de Música, serão promovidas no próximo sábado (26/11) - e não mais na segunda-feira (28/11). A data da Prova de Compreensão e Produção de Textos (no próximo domingo, dia 27/11) foi mantida para todos os candidatos.

As mudanças no Vestibular 2016-2017 foram necessárias devido às ocupações das nove unidades da UFPR (oito em Curitiba e uma no Litoral do Estado). Em entrevista coletiva à imprensa, o reitor da UFPR, Zaki Akel Sobrinho, anunciou ainda que a administração central da Universidade e a comissão de negociação formada para resolver o impasse estão abertas ao diálogo com os manifestantes. Mas, para preservar a instituição, evitar prejuízos à comunidade acadêmica e garantir o direito de trabalhar e de estudar de servidores e alunos, a Reitoria solicitou à Advocacia Geral da União a reintegração de posse dos prédios ocupados e um interdito proibitório de unidades essenciais para a realização do vestibular.

Candidatos já estão sendo informados. O edital que oficializa as mudanças já está publicado no portal do Núcleo de Concursos (www.nc.ufpr.br). Os 9,3 mil candidatos que farão as provas no sábado já estão sendo informados das mudanças por email e por SMS. As provas serão realizadas na sede da Pontifícia Universidade Católica do Paraná-PUC/PR e dos Colégios Paranaense e OPET. O ensalamento dos candidatos também foi antecipado e será divulgado já nesta terça-feira (dia 22/11).

Os candidatos ao Vestibular 2016-2017 que prestarão o concurso nos campi do Litoral, Palotina, Jandaia do Sul e Toledo também farão suas provas nos dias 26 e 27/11. Não haverá alteração para o candidatos ao curso de Música, que farão a Prova de Produção e Compreensão de Textos no domingo, juntamente com os demais, e realizarão sua Prova de Habilidade Específica na segunda-feira (dia 28/11) no prédio do Departamento de Artes da UFPR (Deartes), no bairro Batel, em Curitiba – única exceção no processo. Serão 12.951 candidatos em Curitiba e 14.542, no total. O custo da locação dos espaços será de R$ 30 mil, que será absorvido pelo Núcleo de Concursos com as inscrições ao vestibular.

O reitor Zaki Akel Sobrinho disse que não quer o enfrentamento com os manifestantes, mas explicou que as medidas foram tomadas porque, mesmo com as diárias solicitações de diálogo feitas pela Reitoria e pela comissão tanto junto aos responsáveis pelas ocupações quanto junto aos representantes dos professores e servidores técnico-administrativos, os alunos se recusaram a retomar as negociações e a desocupar as unidades da UFPR. “Respeitamos o direito à livre manifestação do movimento, mas é preciso que se respeite também o direito que as pessoas têm de trabalhar e estudar”, avaliou. “Por isso, faço um apelo para que os alunos desocupem as unidades, evitando o enfrentamento”.

O reitor disse que está consciente de que as mudanças trarão algum desconforto aos candidatos, mas esclareceu que tomou as decisões que causariam o menor impacto possível. “Isto aconteceu porque nossa proposta de diálogo foi infrutífera. Ainda há espaço para que obtenhamos uma saída negociada para a desocupação pacífica das unidades mas, diante do que aconteceu na UTFPR (a Universidade Tecnológica do Paraná, ocupada na sexta-feira, em meio a enfrentamentos), tivemos que agir para proteger os interesses da UFPR e evitar prejuízos a milhares de pessoas que dependem das unidades ocupadas”, explicou.

A decisão de pedir a reintegração de posse dos prédios ocupados e o interdito proibitório das unidades recebeu a aprovação da grande maioria dos 14 diretores de Setor da UFPR, durante reunião na sexta-feira (18/11), quando a Reitoria também tentou promover nova reunião com os manifestantes. O reitor comentou ainda que espera uma solução negociada para o impasse.

Novos locais de prova

O coordenador do Núcleo de Concursos, Mauro Belli, explicou que as mudanças de locais e datas foram feitas após avaliação dos riscos de ocupação dos espaços, evitando ao máximo possível prejuízos aos candidatos. “Levamos as provas para fora da UFPR nos locais onde percebemos que os riscos seriam elevados”, disse. Da coletiva participou ainda a pró-reitora de Graduação, Maria Amélia Sabbag Zainko.





Versão para impressão     Enviar para um amigo